Tecnologia

Firefox 52 é a última atualização do navegador para Windows XP e Vista


No início desta semana foi lançado o Firefox 52, a última atualização do navegador compatível com o Windows XP e Vista. A partir de agora, quem quiser usar as versões mais recentes, terá que obrigatoriamente ter nos seus computadores Windows 7 ou superior.

A decisão de excluir sistemas operacionais antigos é uma tendência já observada nas últimas atualizações do Google Chrome, mas com uma diferença. Os internautas que preferem o Firefox ainda terão acesso, por algum tempo, a atualizações de segurança. Em outras palavras, estarão menos vulneráveis que os utilizadores do navegador concorrente.

Outra mudança do Firefox 52 é o fato de que ele remove o suporte para plugins inseguros. Portanto, diga adeus ao Java, Silverlight e Acrobat. Embora o suporte esteja desativado, seguindo padrões de outras empresas, essa versão apenas manteve o Flash.

O Diferencial

Por enquanto, o Firefox 52 é o único navegador mais popular que dá suporte para Web Assembly. Esta plataforma permite que desenvolvedores escrevam aplicativos complexos com uso intensivo de recursos. E mais: com ele, os apps rodam no navegador com mais eficiência do que se você utilizasse o JavaScript.

Esta mudança é importante, porque cada vez mais os navegadores têm função central na experiência computacional. Esse passo em direção a promoção de um melhor uso da web para os seus utilizadores certamente será seguido pelas demais empresas.

O Google Chrome deve incluir o Web Assembly nos próximos lançamentos beta. Já a Microsoft anunciou que o incluirá na lista de inovações do Edge e do ChakraCore, o seu mecanismo open source multi-plataforma de JavaScript para Edge.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.