Redes Sociais

Euro 2016, Maria Leal e Trump são as pesquisas dos portugueses


Portugal venceu o Euro 2016, em França. A conquista histórica liderou as pesquisas dos portugueses no maior motor de busca mundial. Mas também houve espaço para celebridades como Maria Leal, assim como personalidades internacionais. E aqui, Trump foi a estrela no Google.

O top três das pesquisas feitas pelos portugueses é encabeçado pelo Euro 2016, a cantora Maria Leal e ainda David Bowie, que faleceu em janeiro. A seguir ao Euro 2016, o mais pesquisado foi o Pokemon Go, jogo que este ano fez muita gente feliz por reviver tempos da infância, o Brexit, e ainda a Web Summit.

As três coisas que os portugueses mais quiseram saber foram “Como ser motorista da Uber”, “como ser mais confiante” e ainda “como ser bom aluno no secundário”.

Ao nível das personalidades nacionais, depois da Maria Leal os mais pesquisados foram Nicolau Breyner, que faleceu no início do ano, em março, e em terceiro lugar aparece Pedro Dias, que conseguiu fugir à polícia durante mais de três semanas, após os homicídios em Aguiar da Beira.

As celebridade internacionais mais pesquisadas pelos portugueses, depois de Bowie, foram o cantor Prince e o presidente-eleito dos Estados Unidos da América, Donald Trump.

23953051439_4cbe92734b_o

Lá fora, Donald Trump e as eleições presidenciais norte-americanas estiveram no topo das pesquisas, assim como o Pokemon Go. Ainda assim, houve quem quisesse saber o iPhone 7, os Panama Papers e o vírus Zika.

As personalidades internacionais mais pesquisadas lá fora foram, maioritariamente, os atletas dos Jogos Olímpicos deste ano, que tiveram lugar no Brasil. Michael Phelps, Simone Biles e ainda Ryan Lochte estiveram no top das pesquisas feitas, mas houve ainda espaço para a mulher de Donald Trump, Melania Trump e a cantora Celine Dion.

Os dados são do “Ano em Pesquisa”, da Google, um olhar anual para o top das pessoas e coisas mais pesquisadas. Aquelas que aqui constam são as que tiveram o maior pico de tráfego em 2016, em comparação com o ano anterior.


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.